segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Nargaroth Lança Álbum Que é Forte Candidato a Pior do Ano

Banda responsável por grande clássico do Black Metal resolve utilizar elementos eletrônicos

No seu 7° trabalho de estúdio “Spectral Visions of Mental Warfare” (2011). os alemães do Nargaroth anunciavam que tentariam fazer um trabalho para expandir as fronteiras do Black Metal. Pois bem, pretensões a parte, o frontman Senhor Rene Wagner (atualmente intitulado como Ash) decidiu nos apresenta um trabalho que nada mais é que uma seqüência de devaneios experimentais e muito aquém do que a própria horda que lançou “Black Metal is Krieg” (2001), um verdadeiro massacre sonoro.

O CD em si não apresenta nenhum ponto de destaque, sendo uma mistura muito mal feita de Burzum nos seus primórdios (pelos vocais) com arranjos eletros-pseudo-intelectuais, o que não empolga nem um pouco.

Não que eu seja contra a evolução de uma banda, mas o que acontece aqui é no mínimo enigmático: como os caras gravaram isso e tiveram coragem de lançar? Provas do que estou falando são faixas como “March of Tyrants” (nome empolgante, música horrível) apresenta o que domina o álbum que são os sintetizadores e camada de sons atmosféricos (sabe toda aquela abominável sonoridade que rola no novo do Morbid Angel, aqui é igual) e não importa para que faixa você pule o exercício de paciência será o mesmo.

Como desgraça pouca é bobagem, de acordo com as informações da net esse mesmo material será lançado em uma edição de vinil duplo com 5 músicas inéditas que se forem no mesmo caminho desse CD não vai despertar o menor interesse.

Em entrevistas Ash havia dito que queria despertar as emoções dos seus fãs. Bom, ele conseguiu e despertou minha emoção de raiva e de correr para o porta-CD para ouvir qualquer álbum do Darktrhone para relembrar o que é Black Metal de verdade.


Texto: Harley

Revisão/edição: Harley

Fotos: divulgação


Ficha Técnica

Banda: Nargaroth

Álbum: Spectral Visions of Mental Warfare

Ano: 2011

País: Alemanha

Tipo: Black Metal


Formação

Charoon (Guitarra)

René "Kanwulf" Wagner (Vocal, Guitarra e Baixo)

Erebor (Bateria)

Tracklist
1. Odin’s weeping for Jördh
2. An indifferent Cold in the Womb of Eve
3. Diving among the Daughters of the Sea
4. Odin’s weeping for Jördh - Part II
5. Journey through my Cosmic Cells (The Negation of God)
6. A Whisper underneath the Bark of old Trees
7. Spectral Visions of Mental Warfare
8. March of the Tyrants

Acesse

Site Oficial

Um comentário:

kronos_IV@yahoo.com.br disse...

ruim como todos os álbuns da Banda.tosco.mtas bandas do estilo acham, ou usam de escudo a desculpa de que não podem soar mainstream, ou mt limpo para disfarçar a falta de criatividade e deficiência técnica.que também não é exclusividade do sub estilo.