terça-feira, 9 de abril de 2019

Cellar Darling: Segundo Álbum para "Enfeitiçar" os Fãs



O trio folk rock/metal Cellar Darling está de volta! “The Spell” foi lançado no dia 22 de março via Nuclear Blast Records.

Em seu primeiro álbum, os suíços já haviam mostrado um trabalho diferente de suas raízes no Eluveitie e em “The Spell” aparentemente ainda estão explorando novos territórios, trazendo o conceito de um conto de fadas moderno.

A primeira faixa do álbum “Pain” já começa com o som encantador do hurdy-gurdy de Anna Murphy. Na canção seguinte “Death” mais uma vez há uma interpretação perfeita de Anna que nos guia pela narrativa, onde uma garota à procura do sentido da vida se apaixona pela morte. “Love” provavelmente é uma das minhas músicas favoritas do álbum, começa com alguns riffs mais pesados e evolui de forma cada vez mais melódica, com um piano contribuindo para um tom mais clássico. Na faixa título “The Spell”, a linda e doce voz de Murphy rouba os holofotes.


Para quem sentia falta, em “Burn” podemos ouvir uma mistura de guitarras pesadas, bateria, vocais suaves e rosnados. Nesse disco senti um capricho maior na instrumentação das músicas, trazendo mais sons de piano, que agregaram muito mais às melodias. Em “Hang” é inevitável se hipnotizar pelo som da flauta de Anny. 

Os vocais de “Sleep” trazem um clima melancólico, sombrio, enquanto o piano nos guia em uma jornada emocional. “Insomnia” é o ponto mais experimental do álbum, causando uma certa estranheza na primeira audição, mas já na segunda você é cativado pelo solo de hurdy gurdy e aí não tem mais volta, o belo refrão ficará em sua cabeça. Impossível não se apaixonar pelos acordes mais hard rock de “Freeze”. 

A curtinha “Fall” serve como uma introdução operística para “Drown”, uma música coesa e impressionante por seus vocais teatrais. Anna se destaca o tempo todo em ”Love Pt. 2” com vocais bem angelicais e ao mesmo tempo emotivos. “Death Pt. 2” flui como um encerramento perfeito para esta obra prima. 


Durante o álbum todo o Cellar Darling apresenta um som tão sincero e confiante que só nos deixa curiosos para saber o que o podemos esperar do próximo trabalho. A banda provou que tem um som original e inovador, mostrando que é possível agregar elementos folk à um som mais moderno. Ainda é cedo para dizer que é o melhor álbum do ano, mas com certeza ele estará entre meu TOP 10.


Texto: Raquel de Avelar
Fotos: Divulgação

Lançamento: Nuclear Blast Records
Site Oficial

Line-Up:
Anny Murphy: Vocais, hurdy-gurdy
Merlin Sutter: Bateria
Ivo Henzi: Guitarra e Baixo

Tracklist:
1. Pain
2. Death
3. Love
4. The Spell
5. Burn
6. Hang
7. Sleep
8. Insomnia
9. Freeze
10. Fall
11. Drown
12. Love Pt. II
13. Death Pt. II


       

       

Nenhum comentário: