quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Evergrey e o “Glorious Collision”: Sem Grandes Mudanças... Ainda bem!


Já fazia 2 anos que os suecos de Evergrey não lançavam nada novo, e como sua discografia é marcada pela irregularidade de lançamentos, como o fantástico “Inner Circle” de 2004 e o experimental e não tão bem recebido pela critica “Monday Morning Apocalypse” de 2006 (sem falar no último “Torn” de 2008), a apreensão era ainda maior quando em 2010 Tom S. Englund anunciou a saída de Rikard Zander (teclado), Henrik Danhage ( guitarras) e Jonas Ekdahl, (baixo). Ou seja, quase toda a banda!

Pois bem. Em 2011, vem “Glorious Collision” que é o fim do silêncio em grande estilo. Quem conhece o Evergrey, sabe o que esperar deles: um Prog Metal sem grandes doses de exibicionismo, em muitas partes sombrio e com letras profundas e até mesmo intimistas. Como o próprio Tom disse em uma entrevista: “Nossa música é baseada em sentimentos nem sempre felizes, mas sempre verdadeiros”.



O novo time de instrumentistas é composto por:

Marcus Jidell (ex-Royal Hunt) nas guitarras
Johan Niemann (ex-Therion, Mind’s Eye) no baixo
Hannes Van Dahl na bateria.

Eles mostraram para que vieram, sendo os mesmos velhos conhecidos dos fãs de Prog Metal.

O CD já impressiona com a trinca inicial de “Leave It Behind”, “You” (uma continuação de “More Than Ever” do “Inner Circle”) e “Wrong” (primeiro vídeo do CD). Entretanto, quem realmente rouba a cena é o próprio Tom. Atualmente, a cena metal tem revelado grandes vocalistas que misturam grandes vozes com performances dramáticas. Entre eles, vale lembrar Roy Khan do kamelot, Fabio Lione do Rhapsody of Fire, Raphael Dantas do Caravellus ou Humberto Sobrinho do Hangar. Porém, o que o Tom faz nesse CD é uma aula! Vale uma audição atenta das baladas “And the Distance”, ou nas mais densas como “Frozen” ou na quebrada “Retoring the Loss” e comprove sua versatilidade.

Portanto bangers, se esse álbum vai se tornar um clássico ou ‘’apenas” um ótimo trabalho da banda, só o tempo e os fãs vão dizer, mas é muito bom saber que existem bandas fiéis a boa música e nesse quesito o Evergrey impera.

Texto: Harley

Revisão do texto: EddieHead

Fotos: Divulgação


Tracklist


01. Leave It Behind Us
02. You
03. Wrong
04. Frozen
05. Restoring The Loss
06. To Fit The Mold
07. Out Of Reach
08. The Phantom Letters
09. The Disease ...
10. It Comes From Within
11. Free
12. I'm Drowning Alone
13. ... And The Distance
14. ... And The Distance (Carina Bonus Track)

Confira o vídeo-clipe oficial “Wrong”

http://www.youtube.com/watch?v=xU6HB27MNzY

2 comentários:

Anônimo disse...

evergrey deixou de ser prog metal A MUITO TEMPO ATRAZ

a propria banda nao se intitula mais de "prog" !!!

geo metal disse...

sim é verdade na realidade poucos muiscos gostam de rotular o tipo de som qe eles fazem na realidade prog é muito generico ja que pode se encaixar dream pain of salvation e into eternity